quinta-feira, 30 de novembro de 2017

PRÉMIOS









Ana Teresa Pereira é a vencedora do Prémio Oceanos
A escritora portuguesa venceu o prémio com o romance Karen. Os portugueses Helder Moura Pereira e Maria Teresa Horta também estão entre os premiados.
Público

SUGESTÃO


GENTE QUE CONTA

Autobiografia Jorge Listopad: Na escada rolante


quarta-feira, 29 de novembro de 2017

GENTE QUE CONTA



http://www.rtp.pt/play/p3245/e275251/boris-vian-swing-em-saint-germain-des-pres

DIREITOS, OH MANOS!



“Mamã, prepara o caixão. Hoje será o dia da morte do teu filho”: as histórias das execuções sumárias em Luanda

A mais recente investigação sobre os Direitos Humanos em Angola do jornalista e ativista Rafael Marques denuncia execuções sumárias extrajudiciais, prática que afirma manter-se com o novo Presidente, João Lourenço. Há pelo menos 92 vítimas, a última a 6 de novembro. O Expresso divulga os vídeos de dois dos casos

Teresa Monteiro, mãe de Sebastião Viegas, conhecido como Bicho Mau, soube que o filho ia morrer um mês antes de ter acontecido, a 6 de setembro de 2016. Ouviu-o da boca de agentes do Serviço de Investigação Criminal (SIC), uma unidade dependente do Ministério do Interior, acusada de estar a fazer execuções sumárias extrajudiciais em zonas pobres e populosas de Luanda. A mais recente investigação do jornalista e ativista Rafael Marques revela 50 casos, 92 vítimas.

Expresso

ESTA LUZ TURVA QUE NOS VEM DA CHINA...

Mariana Mortágua: “O Governo não honrou a palavra dada”

Em causa está o chumbo de uma proposta dos bloquistas, num volte-face de última hora, que previa uma taxa extraordinária para as empresas produtoras de energias renováveis, que renderia aos cofres do Estado mais de 250 milhões de euros.

terça-feira, 28 de novembro de 2017

PROFECIAS, ARRELIAS E AZIAS DE UM 'VALET'


Durante quatro anos, fez de Pierre Laval. Nos últimos dois, tem feito de Fernand de Brinon (a propósito e para refrescar memórias, sugiro uma olhadela breve às histórias de Vichy e Sigmaringen). Falo de PaSSos Coelho, pois claro. E falo do ex-administrador da Tecnoforma e ex-primeiro-ministro (salvo seja) porque a criatura, agora, e em consequência da aprovação do Orçamento do Estado para 2018, se saiu com esta: "Podemos ficar descansados, porque a comédia e o ridículo vão continuar".
É preciso ter topete!



CINEMATECA - DIVULGAÇÃO

https://ciclosdacinemateca.wordpress.com/2017/11/27/6-excelentes-motivos-para-vir-ate-ca-27-de-novembro-a-2-de-dezembro/

SUGESTÃO


segunda-feira, 27 de novembro de 2017

domingo, 26 de novembro de 2017

CINE PARAÍSO

SUGESTÃO

"textinhos, intróitos & etc" - Vítor Silva Tavares

CRISTAS, A CANGALHEIRA

"O que me parece é que o CDS já foi o partido do táxi, agora é o partido do carro funerário. Assunção Cristas é um abutre a pairar sobre as desgraças. Como o abutre procura alimentar-se de carcaças, Assunção tenta ganhar votos contando campas. A líder do CDS acusa o Governo de, perante as tragédias, agir "de forma errada, pouco sensível e pouco humana", mas dá a sensação de que reza para que elas aconteçam. Nisso, Passos foi mais honesto, assumiu que desejava que viesse aí o Diabo."

João Quadros
Jornal de Negócios

sábado, 25 de novembro de 2017

VOLTEM OS TEMPOS DA 'ALEGRIA DA POBREZA'!

Patrões dizem que fim dos duodécimos "perturba as empresas"

Público

(Confirma-se: tudo o que diga respeito ao pagamento de salários perturba os 'empresários' portugueses. Ontem, o salário mínimo; hoje, o pagamento de subsídios; amanhã, as dificuldades de despedimento sem justa causa.
Oh, como a vida era bela no tempo das praças da jorna...)

SUGESTÃO


sexta-feira, 24 de novembro de 2017

DIVULGAÇÃO

O Cante do Trabalho
Cante Fest’2017
Mais de mil cantadores, em 60 grupos corais, vão desfilar na 3.ª edição do Cante Fest, a festa de celebração do Cante Alentejano como Património Cultural Imaterial da UNESCO, promovida pelo Município de Serpa que, este ano, tem como tema central O Cante do Trabalho. De 24 a 27 de novembro, em Lisboa e Serpa.

Programa
Dia 24 de novembro, sexta-feira
CASA DO ALENTEJO | LISBOA
17h00 – Abertura da exposição de fotografia Paisagens do Cante: Alentejo, de António Cunha
19h30 e 21h30 - CANTE NO MEXEFEST

Dia 25 de novembro, sábado
PAVILHÃO DE FEIRAS | SERPA
14h00 – Abertura
Exposições: O Cante e o Trabalho, exposição conjunta de objetos dos grupos corais alusivos ao trabalho e Michel Giacometti e o Cante (em parceria com o Museu da Música Portuguesa)
14h30/22h00 – Atuações dos grupos corais em palco

Auditório
16h00 – Apresentação de Ensaio sobre o Cante Alentejano e a Experiência de Flow, com João Figueiredo
17h00 – Modas Raras, Simulação de Programa de Rádio, com José Moças e Carlos Carvalho
18h00 – Apresentação do Projeto Museu do Cante, com Tomé Pires, Presidente da Câmara Municipal de Serpa, Ana Paula Amendoeira, Diretora Regional da Cultura e João Borges, designer e museógrafo
22h30 – Atuação do grupo Aqui Há Baile

Dia 26 de novembro, domingo
PAVILHÃO DE FEIRAS | SERPA
14h00 – Abertura
Exposições: O Cante e o Trabalho, exposição conjunta de objetos dos grupos corais alusivos ao trabalho e Michel Giacometti e o Cante (em parceria com o Museu da Música Portuguesa)
14h30/21h00 – Atuações dos grupos corais em palco

Auditório
15h00 – Apresentação do Livro Alentejo: Vozes e Estéticas em 1939/40. Edição Crítica dos Registos Sonoros realizados por Armando Leça, com Maria do Rosário Pestana e José Moças
16h00 – Apresentação dos CDs do Grupo Coral “Os Arraianos” de Vila Verde de Ficalho e do Grupo Coral Feminino “Madrigal”, de Vila Nova de São Bento
17h00 – Apresentação da Medalha alusiva ao Cante com Tomé Pires, Presidente da Câmara Municipal de Serpa e José Teixeira, escultor
18h00 – Conversas com Modesto Navarro e Valdemar Santos sobre Giacometti e a criação do Museu do Trabalho
21h30 – Atuação do grupo Trigo Roxo

Dia 27 de novembro, segunda-feira
CINETEATRO MUNICIPAL| SERPA | 21H00
Cerimónia alusiva ao 3.º aniversário do Reconhecimento do Cante como Património Imaterial da Humanidade
Entrega de Medalhas aos Grupos Corais do Concelho
Filme: Os Cantadores de Paris, de Tiago Pereira

R. T. Prec




https://www.rtp.pt/play/p3436/quando-a-tropa-mandou-na-rtp

VAMPIRAGEM

Ex-patrão de Sócrates corrompeu médicos nos negócios do sangue



Paulo Lalanda Castro e a Octapharma deverão ser acusados de corrupção. Judiciária encontrou pagamentos de mais de um milhão de euros em viagens a médicos e júris de concursos.
Sábado

REFUNDAÇÃO DO MPLA?

João Lourenço espera que a impunidade “tenha os dias contados”

Presidente insiste na "moralização" da sociedade angolana durante a posse do novo inspector-geral da Administração do Estado.
Público

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

RECORDAÇÃO DO GOVERNO DA INDIGNIDADE E DO ÓDIO

i

SUGESTÃO

O Homem do Coração de Ferro

Título original:
HHhH
De:
Cédric Jimenez
Com:
Rosamund PikeMia WasikowskaJason ClarkeJack O'Connell
Género:
Drama, Biografia
Classificação:
M/16
Outros dados:
GB/FRA/EUA/BEL, 2017, Cores, 120 min.
Alemanha, 1942. O poder do III Reich está no auge. Josef Gabcík e Jan Kubiš, dois pára-quedistas checos treinados pela resistência inglesa, são enviados a Praga para executar uma missão ultra-secreta: assassinar Reinhard Heydrich, chefe dos Serviços Secretos das SS e da Gestapo, a quem Hitler chamava "o homem com coração de ferro". Heydrich foi um dos ideólogos da chamada Solução Final, um plano de aniquilação total do povo judeu na Europa, formalizado na Conferência de Wannsee (Berlim), a 20 de Janeiro de 1942. Embora com muitas dificuldades, a missão de Gabcík e Kubiš acabou por ser bem-sucedida. Porém, a morte do oficial causou terríveis danos colaterais, com milhares de pessoas a serem enviadas para os campos da morte devido a represálias dos nazis.
Com realização de Cédric Jimenez, um filme dramático que adapta a obra "HHhH", escrita pelo francês Laurent Binet e que, em 2010, lhe valeu o prémio Goncourt para primeiro romance. Relata a operação Antropóide, cujo atentado levaria à morte, por septicemia, de Reinhard Heydrich, um dos mais importantes e impiedosos líderes nazis. No elenco estão os actores Jason Clarke, Rosamund Pike, Jack O'Connell, Jack Reynor e Mia Wasikowska. PÚBLICO

SUGESTÃO


Ó JEITOSO, VAI UM TIRINHO?

Compra e venda de equipamento militar está fora de controlo, diz Tribunal de Contas

Nova auditoria à execução da lei de programação militar detecta deficiências por corrigir há uma década. Juízes não aceitam confidencialidade como argumento para não prestar contas rigorosas.

“A documentação disponível para e os respectivos sistemas de gestão e controlo [das Forças Armadas] não fornecem transparência ao processo de planeamento, execução, controlo e reporte e não conferem a consistência, a fiabilidade e a completude exigíveis à lei de programação militar”, pode ler-se no documento, que acrescenta que esta limitação “impossibilita o Tribunal de Contas de formular um juízo sobre a adequação do planeamento, execução e controlo” da compra e venda de aeronaves e outros equipamentos militares.
Os juízes não aceitam o argumento da confidencialidade das despesas do sector invocado pelas Forças Armadas para não prestar contas com rigor. “A programação dos investimentos militares publicitada noutros países é bastante mais clara, objectiva e detalhada”, apontam, dando como exemplo França, onde este tipo de informação é publicada online. E recordam que estas são insuficiências e deficiências que têm vindo a assinalar na última década, “sem que tenham sido tomadas medidas para as colmatar, apesar das recomendações do tribunal nesse sentido”.
Público

(Já agora, convém lembrar que nas messes da Força Aérea também havia muita 'matéria confidencial'...)

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

OS ZIGUEZAGUES DA HISTÓRIA

Por que é que a história é sempre surpresa

Coloquem-se a 20 anos de distância, por volta do início do século, um átomo no curso da história, e vejam bem se era possível imaginar alguma destas coisas:

1. José Sócrates, antigo primeiro-ministro português, está acusado de mais de 30 crimes. Mesmo que sejam provados dez dos 30, irá passar muitos anos na cadeia. O que é que pensava a Pátria dele? Elegeu-o para primeiro-ministro duas vezes e condecorou-o com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique.
2. Ricardo Salgado, anteriormente conhecido como o “dono disto tudo”, está acusado de mais de 20 crimes. Mesmo que só sejam provados dez dos 20, irá passar muitos anos na cadeia. O que pensava a Pátria e o mundo dele? Tem um doutoramento honoris causa e várias condecorações nacionais e estrangeiras, muita gente tinha medo dele e ainda mais gente devia-lhe favores. Ele sabe disso.
3. Zeinal Bava, o gestor modelo, premiado com todos os prémios, apontado como exemplo à juventude tecnologicamente afoita, está acusado de cinco crimes. Mesmo que apenas metade seja provada, poderá passar vários anos na cadeia. O que pensava a Pátria dele? Tem um doutoramento honoris causa, e a Pátria condecorou-o com a Grã-Cruz da Ordem do Mérito Empresarial.
4. Henrique Granadeiro, considerado um dos grandes gestores portugueses e com uma longa carreira cívica e política, está acusado de oito crimes. Mesmo que apenas metade seja dada como provada, pode passar alguns anos na cadeia. O que pensava a Pátria dele? Bebia-lhe os vinhos e condecorou-o com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Cristo.
5. De Carlos Manuel Santos Silva, a Pátria não pensava nada, porque não sabia quem era. Surpresa! O homem ganhava milhões e era muito amigo de José Sócrates e nós não sabíamos.
6. Armando Vara não é exemplo para aqui chamado, porque a Pátria pensava dele o mesmo que pensa agora, mas não deixou entretanto de lhe atribuir a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique.
(...)
12. Existe pela primeira vez depois de 1974 uma direita extrema que não é uma extrema-direita. Os temas não são os mesmos, a linguagem não é a mesma, é elitista e, felizmente, não sabe ser populista. Pelo menos até agora. Recruta nos jovens educados, de boas famílias e maus costumes sociais.

J. Pacheco Pereira
Público



OS CANEIROS DO FUTEBOL


terça-feira, 21 de novembro de 2017

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

DIVULGAÇÃO


BRUNINHO, O MALANDRECO...

Ex-secretário de Estado de Passos Coelho acusado de enviar fotos do pénis a jornalista

Norte-americana publica conversas com Bruno Maçães nas redes sociais e denuncia assédio.

Bruno Maçães, ex-secretário de Estado dos Assuntos Europeus do Governo de Passos Coelho, está a ser acusado de assédio sexual na rede social Twitter por parte de Lily Lynch, jornalista norte-americana e co-fundadora do site Balkanist. Lynch afirma que o ex-secretário de Estado lhe enviou fotografias do pénis, pelo que teve que o bloquear naquela rede social. "Uma total aberração. Há tantos destes. Ele enviou-me uma ‘dick pic’ [fotografia do pénis] e eu bloqueei-o. Depois enviou-me um email a perguntar por que o tinha bloqueado lol", escreve Lily Lynch no Twitter.
CM

(Quem diria que por trás de um rapazola com ar de supranumerário da Opus Dei se esconde um verdadeiro Strauss Khan?)


MAIS UM MARQUÊS

Público

UMA CASA PORTUGUESA COM CERTEZA

CIP indisponível para aumentar salário mínimo para 600 euros


HINO DA CIP (Excerto)

Numa casa portuguesa fica bem
Pão e vinho sobre a mesa
E se à porta humildemente bate alguém,
Senta-se à mesa com a gente
Fica bem essa fraqueza, fica bem,
Que o povo nunca a desmente
A alegria da pobreza
Está nesta grande riqueza
De dar, e ficar contente

No conforto pobrezinho do meu lar,
Há fartura de carinho
A cortina da janela e o luar,
Mais o sol que bate nela
Basta pouco, poucochinho pra alegrar
Uma existência singela
É só amor, pão e vinho
E um caldo verde, verdinho
A fumegar na tijela

domingo, 19 de novembro de 2017

MONSTERS SUMMIT

Foi em Lisboa, há poucos dias, que um robot chamado Sophia fez o aviso à navegação: "Vamos ficar com os vossos empregos". A monstruosidade foi recebida, na sala, com um silêncio bovino e, cá fora, com uma indiferença preocupante.
Pois eu fiquei arrepiado: quando os avanços da ciência e da tecnologia são capturados por gente sem princípios nem escrúpulos, lembro-me sempre de Hiroshima. E tenho medo.

É FARTAR, MPLAGEM!

Detido diretor do Tesouro angolano por suspeita de desvio de verbas

O diretor nacional do Tesouro angolano, Edson Vaz, foi detido pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC) de Angola, no âmbito de uma investigação policial a alegados desvios de verbas do Estado através de contratos celebrados com empresas fictícias (Visão)


O AFUNDANÇO DO BAVA

Como Zeinal Bava afundou a PT em benefício do BES

"Austero nos gastos” e “cioso do controlo dos custos”, “o mais competente dos presidentes-executivos da PT”, um dos melhores CEO da Europa, “o gestor do ano”,“o génio das Finanças”, “o guru dos mercados financeiros”, “o Messi das telecomunicações”.

sábado, 18 de novembro de 2017

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

DIVULGAÇÃO

Literatura e Pensamento

Os Trabalhadores Forçados Portugueses no III Reich

Exposição

CCB

A 17 de novembro será inaugurada a primeira exposição que aborda o tema dos portugueses de todas as origens e condições que foram sujeitos a trabalhos forçados no âmbito do sistema concentracionário do III Reich, nomeadamente durante a II Guerra Mundial.
A exposição Os Trabalhadores Forçados Portugueses no III Reich é resultado de um projeto de investigação do Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, apoiado pela fundação alemã EVZ – Erinnerung, Verantwortung, Zukunft (Memória, Responsabilidade, Futuro), pelo Goethe-Institut e pela Associação CIVICA (França).
O projeto é dirigido pelo historiador Fernando Rosas que coordena uma equipa de investigadores de vários países europeus.

Centro de Congressos e Reuniões | Piso 1
17 novembro 2017 a 22 janeiro 2018
De segunda a sexta das 08:00 às 20:00
Sábados, domingos e feriados das 10:00 às 18:00


Produção | CCB

SUGESTÃO


quinta-feira, 16 de novembro de 2017

"ANGOLA É NOSSA", DIZIAM ELES

"Só o medo de uns, a cobiça de outros e a ignorância de muitos permitiu que nos últimos anos Isabel dos Santos passasse a ser tratada como “empresária” em vez de “filha de José Eduardo dos Santos”. Os seus negócios proliferaram sem se saber a origem do dinheiro, o que é uma forma de dizer que todos sabiam de onde vinha o dinheiro: de operações em Angola capturadas pelo nepotismo de uma família de poder e que através do poder se distribuiu pelos postos de influência, de dinheiro e relacionamento com o Estado. A exoneração de Isabel dos Santos da Sonangol é um despejo de um palácio do poder. É um momento histórico."

Pedro Santos Guerreiro
Expresso

O RENDER DA GUARDA


Isabel dos Santos exonerada da Sonangol pelo Presidente de Angola

Presidente angolano retira gestão da televisão pública a filhos do ex-chefe de Estado Segundo canal da TPA vai ser retirado à Semba, empresa dos filhos de Eduardo dos Santos.

FUTESGOTOL

Pedro Guerra tem um "espião" na Federação

O comentador recebeu vários documentos internos da FPF através de Horácio Piriquito, membro do Conselho Fiscal. FPF avança com queixa-crime (Sábado)

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

IBERO - FALANGISMO

"Voltando à nossa direita, o que os leva a todo este vigor espanholista? Em primeiro lugar, o espanholismo em Espanha é a reacção – sim, a velha e cruel e violenta reacção personificada no PP e nos proto e verdadeiros falangistas que apareceram nas ruas a gritar pela Espanha "una" – e eles gostam da reacção. O problema é que esse mesmo espanholismo em que agora se filiaram é tradicionalmente antiportuguês, o que parece não os incomodar muito. Um dos aspectos porque é assim é a ignorância da história, e nunca devemos menosprezar o papel da ignorância nestas coisas."

J. Pacheco Pereira
Sábado

SUGESTÃO


FUTESGOTOL

Fonte da Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou à agência Lusa, esta terça-feira, a existência de uma investigação ao director-geral do FC Porto, Luís Gonçalves, por corrupção na actividade desportiva.

RR

terça-feira, 14 de novembro de 2017

BACCHANAL SUMMIT

CM

CHICO BARRETO ESPERTO XAVIER

Corria o ano de 2014. O governo de INDIGNIDADE NACIONAL ia a meio do seu mandato. Ao tempo, os números eram tratados como pessoas e as pessoas tratadas como números. As decisões só eram tomadas depois de visto à lupa o rácio custo/benefício (os doentes com hepatite C, lembram-se?, iam morrendo a bom ritmo porque o medicamento para o seu tratamento era mais caro do que o funeral).
Pois foi neste ambiente de peste e cólera que a Cultura, privada do seu Ministério por obra e graça do comissário Viegas, se vergou às leis do Deus Mercado. Um tal Barreto Xavier, caído não se sabe muito bem de onde, sucessor do Viegas, usando, ao tempo, a alcunha de Secretário de Estado da Cultura, decidiu por despacho o casamento perfeito - património cultural com o comércio. A coisa foi feita com todo o pormenor: nome do monumento, tempo de ocupação, conteúdo do entretenimento, preço (praticamente, um plágio das regras estabelecidas pelas 'mais antigas profissionais do mundo' que contemplavam o nome da pensão, tempo da 'função', pratos disponíveis e bandeirada).
O negócio lá ia fazendo o seu caminho sem grandes sobressaltos até que uns maluquinhos dos computadores, depois de um evento que dá pelo nome de 'Web Summit', resolveram fazer uma patuscada no Panteão Nacional. Bronca, deu bronca, como era de esperar.
Os holofotes da indignação caíram em cima do Xavier, mas o homenzinho, sem se descompor, veio justificar-se e apontar o dedo aos verdadeiros responsáveis: ele lançou o negócio, mas os directores-gerais podiam fazer de ASAE e fechar as lojas e não o fizeram, logo, são estes os réus. Brilhante! Genial! O Barreto é um Chico, o Xavier é um esperto. O Barreto Xavier é um Chico esperto! 

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

E O DIABO CHEGOU

Público

SUGESTÃO

. Este livro fala-nos dos diplomatas e dos jornalistas, dos académicos e dos ministros, das instituições públicas e das organizações do Estado Novo que se deixaram deslumbrar pela imagem poderosa do III Reich.

FRUSTRAÇÕES

Eduardo Gageiro: “Tenho pena de não ter fotografado Salazar a cair da cadeira. No caixão ele parecia um abutre”

Expresso