sábado, 31 de dezembro de 2016

PROMOVAM O BEATO DAS NEVES A 'SÃOTINHO', JÁ!

Em 2017 [sic] Portugal era governado pela extrema-esquerda e vivia uma das maiores crises da sua história. Foi então que na serra de Aire, no meio do país mais profundo e atrasado, aconteceu alguma coisa. Ninguém pode negar que ali, naquele canto perdido da nação rural, aconteceu alguma coisa. Nem sequer a elite intelectual, então no poder, que se negou a aceitar o sucedido, o consegue negar. O povo, que a extrema-esquerda tanto despreza como crédulo, boçal, supersticioso, acorreu em massa, junto com as classes abastadas, também desprezadas. Mas até a imprensa do regime divulgou o acontecimento extraordinário. Fátima aconteceu.
Passaram cem anos. Portugal é de novo governado pela extrema-esquerda e vive uma das maiores crises da sua história. O país já não é rural e atrasado, e a serra de Aire deixou de ser um canto perdido. É mesmo a maior atração internacional de uma economia onde o setor do turismo é dos poucos dinâmicos. Neste ano, em maio, de novo em Fátima, vai acontecer alguma coisa que ninguém, nem sequer a elite intelectual e a imprensa do regime, pode negar. Multidões de todo o mundo vão confluir para aquele cantinho da serra. São pessoas tão variadas que ninguém pode classificar como povo boçal ou classe abastada. Fátima persiste.

João César das Neves
DN

COMENTADORES INTERESSANTES





Interesses 
Quantos comentadores são porta-vozes de interesses? Sarmento (RTP 1) e Júdice (TVI 24) são duma firma de advogados investigada no caso da ‘Máfia do Sangue’. Um dos sócios é arguido. Sobre o caso, não falaram nem os questionaram. Também Marques Mendes, António Vitorino e Proença de Carvalho comentam e defendem os clientes. O telecomentário está capturado por estes interesses.

Eduardo Cintra Torres

CM

ANO NOVO

ANO NOVO



JÁ LÁ VEM AURORA
O DIA VAI ROMPENDO
JÁ ME VOU EMBORA
MAS POR TI MORRENDO
NO NOVO ANO NOVO
JÁ GRITA UMA VOZ
VAI QUEBRAR-SE O OVO
NAS ESCARPAS DA FOZ
VAMOS EMBARCADOS
NA MESMA CANOA
E DE BRAÇOS DADOS
A VIDA E QUE VOA
VIMOS PARA O ANO
SE DEUS NÃO QUISER                                       
JÁ DISSE O  DECANO
QUANDO IA MORRER
MORENO CIGANO
DE ME ENDOIDECER
E TINHA RAZÃO
VOLTAMOS P'RÓ ANO
HÁ-DE ACONTECER
COM OU SEM GREGORIANO
NA RIBALTA SOBE O PANO
É VIDA A RENASCER



Daniel Nobre Mendes-- 2016

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Confissões de um reaccionário paSSista



“Tenho fortes dúvidas e, sobretudo, que seja desejável que o Governo chegue ao fim da legislatura”

Francisco Assis

RR

SOBRE FEIRAS DE GADO E CONCERTAÇÃO SOCIAL

Ora porra!

Ora porra!
Então a imprensa portuguesa é
que é a imprensa portuguesa?
Então é esta merda que temos
que beber com os olhos?
Filhos da puta! Não, que nem
há puta que os parisse.

Álvaro de Campos

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

TRUMPISMO

Neonazis americanos preparam marcha armada contra judeus

Expresso

LAVANDARIA PORTUGAL - CONDIÇÕES ESPECIAIS PARA MPLANOS & ASSOCIADOS

Ministério Público investiga denúncia sobre operações que passaram pelo Montepio

Em Abril de 2015 o Departamento de Acção Sancionatória do Banco de Portugal detectou a circulação de fundos com origem em Angola, e que envolviam o Finibanco Angola e o Montepio (o principal accionista) que considerou de sensibilidade elevada.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou ao PÚBLICO que se “encontra em investigação” uma denúncia feita pelo Banco de Portugal em Julho do ano passado envolvendo movimentos que passaram pela Caixa Económica Montepio Geral (CEMG). Em causa estarão operações financeiras transfronteiriças entre Angola e Portugal e que não terão sido reportadas ao abrigo das regras de combate ao crime de branqueamento de capitais.
Público

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

CORRUPÇÃO - TEMA PARA MUITAS MÚSICAS




FADO





SAMBA





TANGO


VOTOS PARA 2017



Geringoncem, geringocem que o vosso geringonçar tem graça.

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

A INVASÃO DOS REACCIONÁRIOS

RENZI, O "SUCATEIRO"

"Renzi gosta(va) de se auto-intitular o “sucateiro” (“rottamatore”) da “casta política” italiana, mas para muitos nunca passou de um espertalhão que, no campo do chamado centro-esquerda italiano, soube reproduzir e atualizar o modelo Berlusconi de intervenção política: o culto da “liderança” que queria mandar para a “sucata” (a expressão é de Renzi) a velha tradição dos ex-comunistas e dos católicos (mais ou menos) progressistas que se fundiram no Partido Democrático (PD); a encenação do “carisma” feito da mesma arrogância e da mesma ousadia manipulatória de que se acusa os populistas; a retórica do reformador que, à moda de Sócrates, se diz atacado por todos os “privilegiados” mesmo que eles não sejam mais do que trabalhadores da escola e da saúde públicas ou assalariados com contratos efetivos.
Do homem considerado em 2014 pela revista norte-americana Foreign Policy como um dos 100 mais influentes “pensadores globais”, o mais profundo que se lhe conhece são citações de Baden-Powell e exemplos do seu passado de escuteiro com que preenche os seus discursos. Quem o acha(va) o reformador que salvaria a Itália do populismo da extrema-direita racista e do Movimento 5 Estrelas deveria ter prestado atenção às intervenções de Renzi, em que, mestre da telepolítica como Silvio Berlusconi, se comportava como um comediante de start-up."
Manuel Loff
Público

MEMÓRIA

Helena Pato foi presa em junho de 1967. Tinha 28 anos e já era viúva. Alfredo morrera um mês depois de ser detido pela PIDE. O seu 25 de Abril chegou dois dias depois, quando o segundo marido saiu da prisão de Caxias. Foi professora do secundário e sabe que os mais novos querem conhecer a História. Foi esta uma das razões que a levaram a criar a página “Antifascistas da Resistência” no Facebook, que já tem 400 biografias e milhares de seguidores Neste fim de semana em que celebramos a família e nos preparamos para o ano que há de vir, o Expresso republica histórias, reportagens, conversas, narrativas, dúvidas, considerações, certezas e revelações que fizeram de 2016 um ano preenchido. Todos estes artigos são publicados tal como saíram inicialmente


segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

OS SEGREDOS DA JUSTIÇA

Condenações por corrupção são cada vez menos mas PJ investiga mais

A PJ investiga mais de um caso por dia de corrupção. Condenações são apenas 0,04% do total registado em primeira instância
DN

(E que de espanto se os códigos Penal e do Processo Penal, bem como outra legislação avulsa, têm, tantas vezes, por autores e co-autores  praticantes de 'artes ocultas' que se preocupam, também, com a garantia da impunidade para amigos, companheiros e camaradas?)

SUGESTÃO


sábado, 24 de dezembro de 2016

MOMENTO DE POESIA



NATAL
Nasce um Deus. Outros morrem. A verdade
Nem veio nem se foi: o Erro mudou.
Temos agora uma outra Eternidade,
E era sempre melhor o que passou.
Cega, a Ciência a inútil gleba lavra.
Louca, a Fé vive o sonho do seu culto.
Um novo Deus é só uma palavra.
Não procures nem creias: tudo é oculto.

PRÉMIO

Teolinda Gersão conquista Prémio Literário Vergílio Ferreira 2017

O júri distinguiu a "alta qualidade da arte narrativa expressa nos vários géneros de ficção clássica, em particular o romance e o conto", da escritora.
A escritora Teolinda Gersão conquistou esta quarta-feira o Prémio Literário Vergílio Ferreira 2017, atribuído anualmente pela Universidade de Évora (UE), revelou à agência Lusa fonte da academia alentejana.
Público

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

NATAL

O menino Jasus deitado nas palhinhas e com oito pontos de atraso

OS PERIGOS DO ORANGOTRUMPISMO



Trump defende que os Estados Unidos devem expandir o arsenal nuclear.

DN

SIGAM O CHERNE


Expresso

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

SUGESTÃO


HÁ MAIS VIDA (E MAIS MORTE) PARA LÁ DOS MUROS DE BERLIM


ISIS ataca civis que fogem de Mossul com morteiros e explosivos

O grupo radical Estado Islâmico (EI) atacou de forma "indiscriminada" e "deliberada" os civis que fogem da cidade iraquiana de Mossul com morteiros e explosivos, denunciou hoje a organização Human Rights Watch (HRW), de defesa dos Direitos Humanos. (DN)

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

UM IMENSO ADEUS

TU TENS BELOS OLHOS E TU SABES

A guerra vinha outra vez aí, em 1938 era já amanhã. O Havre foi a primeira cidade em que vi neve, e a primeira vez que vi o Havre só chovia. O Havre é um cais, parte-se ou chega-se, passa-se. Foi lá filmado Quai des Brumes, o cais das brumas. Jean Gabin andava com um cão, era desertor e o cão seguia-o, duas solidões a preto e branco, tudo cinzento. Havia um pintor desesperado: "Quando pinto um nadador, vejo um afogado." Havia um velho desabusado que cobiçava a enteada. As esperanças tinham acabado para a Europa. O filme estava para ser uma parceria franco-alemã, mas os estúdios alemães da UFA acharam-no decadente. Do outro lado do Reno não havia visões pessimistas. Quando o filme foi projetado em Paris, sucesso, colava com o desespero geral. As autoridades militares foram os melhores críticos, quando a guerra chegou, Quai des Brumes foi proibido, desanimava. Amargo, tragédias anunciadas que se cumprem, o pintor suicida-se, o desertor vai ser morto pela polícia. E tem um dos momentos redentores do cinema. Ele não lhe fez pergunta nenhuma. Disse-lhe, chapéu enterrado na cabeça, como só Gabin falava: "T'as d'beaux yeux, tu sais." Tens belos olhos, tu sabes. Não pergunta. É um homem a prender e a prender-se a uma mulher. E ela é uma mulher que julgo que diz (eu tinha os olhos presos nos verdes dela): "Beija-me." Tudo é rouco, tudo tão forte. O cais iluminou-se. Ontem os olhos de Michèle Morgan morreram, aos 96 anos.


Ferreira Fernandes
DN

OS NETINHOS DO MORGADO

Já que o coito - diz Morgado -
tem como fim cristalino,
preciso e imaculado
fazer menina ou menino;
de cada vez que o varão
sexual petisco manduca,
temos na procriação
prova de que houve truca-truca.
Sendo pai só de um rebento,
lógica é a conclusão
de que o viril instrumento
só usou - parca ração! -
uma vez. E se a função
faz o órgão - diz o ditado -
consumada essa excepção,
ficou capado o Morgado.

Natália Correia

(Intervenção na Assembleia da República, a 3 de abril de 1982, em resposta ao deputado do CDS, João Morgado)

OS BANCOS E BANQUEIROS QUE VIVERAM E VIVEM ACIMA DAS NOSSAS POSSIBILIDADES

Ajudas do Estado aos bancos já ultrapassam 14 mil milhões

Contas somam valores injectados na banca desde o início da crise financeira internacional. Impacto do BPN já soma 3200 milhões.

A cada ano, o Tribunal de Contas (TdC) faz o balanço do dinheiro que o Estado já gastou para salvar os bancos, em injecções de capital e empréstimos. O montante tem engordado nos últimos anos e, desde que estalou a crise financeira internacional, os fluxos das injecções públicas no sector financeiro já ultrapassam os 14 mil milhões de euros. Concretamente: 14343 milhões de euros de 2008 a 2015.
Público

A histeria das classificações

Existe hoje, como sinal do reducionismo e simplismo que vai crescendo na vida política portuguesa, uma verdadeira histeria das classificações. A morte de Fidel foi disso um bom exemplo, com metade do mundo a acusar quem não dizia que ele era "ditador" de ser conivente com todas as ditaduras, e a outra metade indignada com o modo como Fidel era equiparado a Pinochet e mesmo a Salazar. Depois vinha outra habitual palermice a que estamos cada vez mais habituados, a medida das ditaduras pelo número de mortos que tinham causado, uma boa maneira de atirar Fidel ao fundo, e de reabilitar a ditadura soft de Salazar. O número de mortos conta certamente para não metermos tudo no mesmo saco, e aí Hitler e Estaline são a primeira divisão, mas a contabilidade exige outros critérios, que são históricos e políticos. Por exemplo, na contabilidade de Salazar incluímos os mortos pela PIDE, ou em manifestações, mas excluímos os mortos da guerra colonial. Deixemos essa sinistra contabilidade que pouco nos diz sobre a natureza das personalidades e dos regimes, a não ser que são, regra geral pouco amigos da vida humana.
J. Pacheco Pereira
Sábado

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

TRUMPISMO

"Trump é o sistema sem luvas"

Daniel Oliveira
Expresso

O ÓPIO DO POVO


FMI, FMI, FMI


Lagarde considerada culpada de negligência


O caso remonta a 2008 quando Lagarde era ministra das Finanças. A diretora do FMI foi julgada no âmbito de um processo que envolve o empresário francês Bernard Tapie.



A diretora do Fundo Monetário Internacional, Christine Lagarde, foi esta segunda-feira considerada culpada de negligência por não ter contestado um pagamento de 400 milhões de euros ao empresário francês Bernard Tapie, quando era ministra das Finanças francesa, em 2008.
Segundo a agência Reuters, apesar da decisão, os juízes decidiram não aplicar qualquer pena a Lagarde.
Os advogados da diretora do FMI anunciaram que estão a estudar a possibilidade de um recurso. Lagarde sempre negou qualquer acusação de negligência.
A decisão hoje anunciada corre o risco de desencadear uma nova crise de liderança no Fundo Monetário Internacional, depois de o predecessor de Lagarde, Dominique Strauss Kahn, ter renunciado em 2011 por causa de um escândalo de assalto sexual.
Numa breve declaração, o porta-voz do FMI disse que, tal como em situações anteriores, o conselho executivo do FMI deverá reunir em breve para analisar o veredicto.
TSF

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

SPORTEM (Clube querido da Legião) 0 - BRAGA ("Cidade santa da Revolução") 1


SUGESTÃO










A Europa, com as suas infindáveis guerras religiosas e nacionalistas, as suas matanças, o seu individualismo feroz e a sua luta pela liberdade, atravessada por toda a espécie de violências e contradições – inquisição, Impérios, colonialismo, racismo, anti-semitismo – a Europa revolucionária do século XVIII e XIX, de Robespierre, de Freud, de Wagner, de Marx, do comunismo, do anti-comunismo, dos fascismos, das repúblicas laicas, das monarquias democráticas é, mesmo agora, na era da globalização, o nosso inconsciente e a nossa relação carnal com o mundo.

domingo, 18 de dezembro de 2016

DE FAROL DO SOCIALISMO A FAROL DO GANZISMO

Albânia está a tornar-se no maior produtor de cannabis da Europa (DN)

HISTÓRIAS DE VAMPIROS


Antigo presidente do INEM detido está de férias há 11 meses
Luís Cunha Ribeiro, o ex-presidente do INEM que foi detido esta semana para interrogatório no âmbito da operação "O negativo", está de férias há quase 11 meses.

Está a ser remunerado pelo Centro Hospitalar de S. João, confirmou o JN junto da unidade hospitalar. Uma situação que levanta dúvidas legais. (JN)

Do Mal, O-

Que estas suspeitas de corrupção em negócios do Estado com privados sejam com compra e venda de sangue, que chegaram a implicar que sangue de dadores fosse pela pia abaixo, torna o caso especialmente repugnante. Não é um pormenor. Se o capital não tem pátria e o dinheiro não tem cor, a corrupção não tem dor.
Pedro Santos Guerreiro
Expresso


Um traficante de sangue é um canalha. Uma hierarquia do tráfico de sangue é constituída por canalhas. E os amigos dos traficantes de sangue canalhas são.

Clara Ferreira Alves
Expresso

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

O TRUMPISMO ANALISADO PELO MOTOQUEIRO PORTAS

Desde que a Geringonça o pôs a andar de mota (& engil) movida a carburante mexicano, tem o Paulinho (Portas) mantido prudente silêncio, enquanto abicha seus dólares e seus euros, por esse mundo fora.
Porém, é de sua natureza a emissão de 'sound bites', como é da natureza dos ruminantes a emissão de gases com efeitos de estufa, e lá vem ele, agora em Marrocos, deixar o aviso à Humanidade: "Não devemos usar conceitos clássicos para analisar o senhor Trump".
Tem razão o Paulinho. Para bem analisar o Trump ('senhor Trump' é uma expressão desajustada por óbvia contradição nos termos cujo uso deve ser evitado para não melindrar os 'senhores') devem ser usados os conceitos dessa ciência vaga que dá pelo nome de Psicologia Animal.

SUGESTÃO





Le témoignage d'un combat, depuis les années 1960, pour lutter contre l'oubli de la Shoah, pour traquer et traîner les anciens nazis devant les tribunaux. Prix Pétrarque de l'essai 2015.

A MAIS EFICAZ FORMA DE DOMESTICAR A IMPRENSA

Metade dos jornalistas portugueses são precários


Metade dos jornalistas em Portugal tem um contrato de trabalho precário e 72% acredita que dificilmente encontraria novo emprego no setor, conclui um inquérito realizado para uma tese de doutoramento na Universidade de Coimbra.

Expresso

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

INEM - INSTITUTO NACIONAL DE EMERGÊNCIAS MONETÁRIAS


Outro presidente do INEM suspeito de corrupção 
Paulo Campos alvo de buscas da PJ.

Paulo Campos, médico e militar de carreira que presidiu ao INEM depois de Cunha Ribeiro, é o novo alvo da Polícia Judiciária por crimes relacionados com corrupção. Está esta manhã a ser alvo de buscas, e constituído arguido, por suspeitas de favorecimento a empresas privadas no fornecimento de equipamentos para o INEM.
CM

MAIS UM PRESO POLÍTICO

Lalanda e Castro detido na Alemanha

O presidente demissionário da Octapharma foi detido na noite desta quarta-feira.
Paulo Lalanda e Castro, presidente demissionário da Octapharma, foi detido na noite desta quarta-feira na Alemanha onde se encontrava em trabalho, confirmou ao PÚBLICO fonte da Polícia Judiciária.
Em comunicado, a Polícia Judiciária informa que procedeu, através da Unidade Nacional de Combate à Corrupção, e em colaboração com as autoridades germânicas, à detenção "de um ex-administrador de uma empresa farmacêutica".
Na mesma nota escrita, a PJ revela que "o detido está a ser presente às autoridades judiciais daquele país a fim de validarem a detenção e decidirem da entrega às autoridades portuguesas".
Público

CHAMAR OS MPLANOS PELOS NOMES

Angola é uma ditadura brutal, cleptocrática, sem liberdade, corrupta

Discurso da deputada socialista Isabel Moreira foi aplaudido de pé por toda a bancada do BE, por mais de metade dos deputados PS e por dois deputados do PSD. Registaram-se ainda aplausos (sem ser de pé) entre deputados do PSD, PS e CDS
DN


SUGESTÃO


OS RATERES DA GERINGONÇA

Vai um paisano 'folheando' as edições digitais dos jornais do dia e, de repente, salta-lhe ao caminho a notícia:

Consumo de ecstasy aumenta


E, logo depois, já outro periódico anuncia:

Ministério da Educação abriu à consulta pública o referencial da Educação para a Saúde, que inclui o tema da interrupção voluntária da gravidez na educação sexual para alunos do 5º e 6º anos.

E o paisano, muito dado a deduções lógicas, é levado a concluir: lá andam as autoridades da Saúde a recolher amostras para estudo do consumo de drogas nos esgotos da Avenida 5 de outubro...


quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

SANGUE, SUOR E LÁGRIMAS

Lalanda e Castro, o homem que surge em várias investigações

Vistos goldOperação Marquês e agora negócios ligados ao sangue: o antigo patrão de Sócrates surge em várias das maiores investigações das autoridades dos últimos tempos