segunda-feira, 30 de abril de 2012

UM BOM EXEMPLO


A Porto Editora e o autor José Paulo Cavalcanti Filho vão oferecer, esta semana, 650 exemplares do livro 'Fernando Pessoa - Uma quase-autobiografia' a escolas e colégios do ensino secundário de todo o país.
O objetivo é o apetrechamento das respetivas bibliotecas escolares. A ideia partiu do próprio autor e foi acolhida com entusiasmo pela Porto Editora.
O escritor disse ao DN ter "abdicado dos seus direitos de autor para poder fazer esta oferta às escolas portuguesas".
DN

NOTÍCIAS DA PIOLHEIRA

 O golo portista acabou por surgir de grande penalidade, após um lance infantil de Fidelis, que meteu a mão na bola.


Público - 28-4-2012

VERDADE DESPORTIVA

 Cadorin, o avançado dos golos difíceis, o avançado da revolução. Sim, da revolução, porque foi ele quem denunciou a tentativa de corrupção por parte de Luciano D''Onofrio, antes de um Portimonense-FC Porto, a 24 de Novembro de 1985, para a 11.a jornada do campeonato nacional.

A ideia do empresário ítalo-belga em sondar Cadorin era pagar-lhe 500 contos (cerca de 250 euros) mais a possibilidade de uma transferência para o FC Porto ou um clube de Itália ou Suíça. Para tal jackpot, Cadorin "só" teria de cometer um penálti nos primeiros cinco minutos. O avançado belga - que curiosamente foi levado de Liège (do Standard) para Portimão pelo próprio D''Onofrio, com a ajuda/dica de Norton de Matos, também ele jogador do Standard) recusou participar neste escândalo e denunciou o caso ao presidente portimonense, Manuel João, que apresentou queixa na PJ. Como era a palavra de Cadorin contra a de D''Onofrio, o caso ficou em águas de bacalhau.

«I» - 9-4-2011

domingo, 29 de abril de 2012

NOTÍCIAS DA PIOLHEIRA


MAIS UMA VÍTIMA DA FOME


José Sócrates gastou 460 mil euros em refeições

Despesas com almoços e jantares chegaram a atingir 12.800 euros só num mês.
"Correio da Manhã" escreve que o gabinete do ex-primeiro ministro José Sócrates gastou durante os seis anos de Governo mais de 460 mil euros em almoços e jantares no País e no estrangeiro. E em três anos sucessivos gastou mesmo mais do que a verba orçamentada: em 2007, 2008 e 2009, a rubrica Representação dos Serviços recebeu uma dotação total de 225 656 euros, mas a despesa total, segundo a Secretaria-Geral da Presidência do Concelho de MInistros, atingiu 260 174 euros, um aumento de 15,3%.
As mais elevadas do gabinete do ex-primeiro ministro com almoços e jantares ocorreram, precisamente, de 2007 a 2009: em cada um desses anos, os encargos anuais com refeições oscilaram entre 80 mil euros e 90 835 euros.
Março, maio, agosto, novembro e dezembro são os meses que concentram despesas mensais mais avultadas com almoços e jantares. Por exemplo, 11 109 euros em dezembro de 2006, 10 742 euros em agosto de 2008 e 12 813 euros em novembro de 2009.
DN

sábado, 28 de abril de 2012

CUIDADO COM OS PEDIDOS...





Segundo o DN, "o PS pediu hoje aos militantes em França que participem na campanha de Hollande".
Bom, se a intenção é mesmo apoiar Hollande, convém  que não apareçam todos...

MAIS UM 'ESTADISTA' PÓS-MODERNO


Libye, l’urgence d’une enquête officielle

 | PAR FRANÇOIS BONNET
Sarkozy-Kadhafi: dix mois d’investigations (2/15)
Il faut prendre la mesure exacte de l'enquête que nous publions sur les liens financiers Kadhafi/Sarkozy. De quoi s'agit-il ? D'une possible entreprise de corruption massive, par une puissance étrangère, d'un ministre français devenu président de la République et, aujourd'hui, candidat à un second mandat. D'où la nécessité impérieuse d'ouvrir des investigations officielles.
MEDIAPART

UN$ TROCO$ PARA O 'PINTA$'


Documento prova que Kadhafi ia financiar Sarkozy

A 12 de março, Nicolas Sarkozy tinha qualificado de "grotesco" um eventual financiamento da sua campanha presidencial de 2007 por Muammar Kadhafi. Mas, afinal, era verdade.
O site francês Mediapart, publicou este sábado, um documento assinado por um ex-dirigente líbio, que prova que o regime do antigo líder Muammar Kadhafi aceitou, em 2006, financiar a campanha presidencial de 2007 de Nicolas Sarkozy com uma verba de 50 milhões de euros.
Segundo avançou a France Press, no documento, escrito em árabe, Moussa Koussa, ex-chefe dos serviços de relações exteriores líbios, dá conta de "um acordo de princípio" para "apoiar a campanha eleitoral do candidato às eleições presidenciais francesas, o senhor Nicolas Sarkozy, com o montante de cinquenta milhões de euros".
DN

NOTÍCIAS DA PIOLHEIRA

Investigação Expresso: Caso dos espiões vai ter mais arguidos

A investigação que o Expresso iniciou em julho do ano passado e que revelou uma suspeita teia de ligações entre os serviços secretos, um grupo empresarial e uma loja da maçonaria com ramificações políticas, já levou à constituição de dois arguidos.
No âmbito do processo que está a ser conduzido pela procuradora Teresa Almeida, do DIAP de Lisboa, foram ouvidos, esta semana, o presidente da Ongoing, Nuno Vasconcellos, e o ex-diretor do SIED, Jorge Silva Carvalho, entretanto contratado para um alto cargo na Ongoing.
A passagem de informações dos serviços secretos para a Ongoing, antes e depois de deixar o SIED - reveladas pelo Expresso - estarão na base das suspeitas de corrupção e de possível violação de segredo de Estado. Silva Carvalho, que transitou para a Ongoing acompanhado de mais dois ex-agentes do SIED - um deles com passagem pela PJ e pela Interpol - foi, tal como Nuno Vasconcellos, chefe da loja maçónica Mozart, a que também pertenceu o atual líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro. 


A VER




RTP Memória recorda Miguel Portas

A RTP Memória recorda Miguel Portas com uma emissão do programa ‘Falatório’ gravada em 1997, em que o político é entrevistado por Pedro Rolo Duarte. Para ver domingo, às 23h15.

DE OUTROS

A oposição desapareceu. O PS não existe, nem sei o que é aquilo. O líder não tem carisma, não sabe o que há-de fazer, está condicionado pelo acordo com a troika. E sucede a um delinquente político chamado Sócrates, o pior exemplo que jamais, na História de Portugal, foi dado ao país: ir para Paris tirar um curso de “sciences po”, depois daquela malograda licenciatura – à qual não dou a menor importância, pois há muitos excelentes políticos que não são licenciados. O engenheiro Sócrates foi o pior que a política pode produzir. Depois de tantos processos em que mentiu, aldrabou, não depôs, ninguém percebeu o que se passou com o Freeport, os portugueses perguntam-se onde foi ele buscar dinheiro para estar em Paris. Quem é que lhe paga as despesas e o curso? A esquerda socialista tem ali este belo exemplar a viver no 16ème, e um sucessor que não inspira ninguém. O PCP vive num mundo antes da queda do Muro de Berlim, e o Bloco de Esquerda habita em Marte.
Maria Filomena Mónica
«I»

OS DONOS DA QUINTA





http://vimeo.com/40658606

sexta-feira, 27 de abril de 2012

NOTÍCIAS DA PIOLHEIRA


PGR analisa licenciatura

O processo da licenciatura de José Sócrates na Universidade Independente vai ser analisado por Pinto Monteiro, procurador-geral da República, na sequência da reclamação que o advogado Alexandre Lafayette vai apresentar da procuradora Cândida Almeida.
Em causa está a não reabertura do processo, no início do mês, com a justificação de que os CD entregues pelo advogado, com escutas telefónicas, foram obtidos de forma clandestina. "A única coisa que é clandestina é a licenciatura de José Sócrates. Qualquer pessoa pode consultar o processo e aceder às escutas", comentou ao CM Alexandre Lafayette, dando conta que vai apresentar "uma reclamação a Pinto Monteiro com uma certidão emitida pela 1ª vara criminal de Lisboa, à qual está anexo o CD do depoimento de António Morais no julgamento da UnI".
Nas declarações, o engenheiro que leccionou quatro das cinco cadeiras com as quais José Sócrates obteve a licenciatura em Engenharia Civil, reconhece que o ex-primeiro-ministro não realizou a dissertação obrigatória da licenciatura. Na certidão a ser entregue, consta também o requerimento do advogado do ex-vice-reitor Rui Verde para que a procuradora do julgamento da UnI avance com um processo-crime contra António Morais, por declarações falsas em tribunal.
CM

O VELHO SONHO


Presidenciais francesas

Merkel adverte Hollande de que Tratado Orçamental "é inegociável"

A chanceler alemã, Angela Merkel, contrariou declarações do candidato socialista François Hollande, considerando o Tratado Orçamental europeu "inegociável", em declarações esta sexta-feira publicadas pelo matutino Westdeutsche Allgemeine (WAZ), 10 dias antes da decisiva segunda volta das eleições presidenciais francesas.
CM

O BOM FUNCIONAMENTO DOS 'MERCADOS'

É que além da pensão mensal de 167,6 mil euros que Jardim Gonçalves recebe, o fundador recebe ainda outras regalias que, segundo o banco, representam um encargo de 730 mil euros. Segundo o BCP, os seguranças de Jardim Gonçalves custam 160,7 mil euros, as despesas de deslocação em avião particular custam 439 mil euros, as despesas de utilização de cinco vaturas são de 66 mil euros, os motoristas custam 61,4 mil euros.


Jornal de Negócios

AI SIM? E QUANDO É QUE COMEÇOU?

Jornal de Negócios



UMA SUGESTÃO


quinta-feira, 26 de abril de 2012

O ORGULHOSO






Sarkozy: "Se um comunista me chama fascista, é uma honra!"
Expresso

O DEVER DE MEMÓRIA


Há 75 anos, a cidade basca de Guernica foi devastada pela aviação alemã, num dos episódios mais negros da Guerra Civil de Espanha.

Guernica, 26 de abril de 1937. É segunda-feira, dia de mercado para os sete mil habitantes da pequena cidade basca. A vida corre com relativa normalidade até que, por volta das 16h30, os sinos da igreja começam a tocar a rebate. Não há tempo para grandes espantos.
Cinco minutos depois está um avião a sobrevoar o povoado e a lançar seis bombas explosivas e uma saraivada de granadas. Logo a seguir aparece outro avião. E depois outro. Começava o massacre e um dos episódios mais trágicos da Guerra Civil de Espanha.
No final do ataque aéreo, as esquadras de bombardeiros Heinkel 111 e Junker 52, num total de quarenta aviões, tinham lançado trinta toneladas de bombas e metralhado sem piedade homens, mulheres, crianças e até gado. A cidade estava completamente destruída.
EXPRESSO

NOTÍCIAS DA PIOLHEIRA


Caso Freeport

Director da Benoy diz que Sócrates deu nome e telefone de Capinha Lopes

O antigo director de operações da Benoy Architects disse hoje que o então ministro do Ambiente José Sócrates forneceu uma folha com o nome e número de telefone da empresa de arquitetos Capinha Lopes para o  Freeport
Nicholhas Lamb, que falava através de videoconferência para o Tribunal do Barreiro como testemunha do processo Freeport, disse que José Sócrates alegou que a Freeport tinha os “arquitectos errados” [Promontório] e que “apoiavam o partido errado”.

Segundo o director de operações da Benoy, que ocupou o cargo entre 1999 e 2002, tudo se passou numa reunião realizada em Janeiro de 2002, já depois do chumbo do processo Freeport, com o então ministro do Ambiente José Sócrates.

“Não estive presente na reunião, mas segundo o que o sr. Rawnsley me disse, que foi quem esteve na reunião [director executivo do Freeport na altura e que já admitira em tribunal ter-se reunido com José Sócrates], o ministro disse que tinham os arquitectos errados”, acrescentou.

“O que o ministro disse foi que o problema não era a Benoy, mas a equipa de arquitectos. Eram os arquitectos errados e apoiavam o partido errado”, frisou.

Acrescentou ainda que José Sócrates terá dito que, com a equipa de arquitectos de Capinha Lopes, teriam “muito mais hipóteses de o projecto ser aprovado”.
Público

A GARGALHADA DO DIA




Jardim diz que "não há buraco nenhum" nas contas


DN

quarta-feira, 25 de abril de 2012

METEOROLOGIA



REGIÕES NORTE E CENTRO:
Céu muito nublado.
Períodos de chuva, por vezes forte, passando a regime de aguaceiros
que serão de neve acima dos 1000/1200 metros.

REGIÃO SUL:
Céu geralmente muito nublado.
Períodos de chuva a partir do meio da manhã.

O DEVER DE MEMÓRIA






http://www.youtube.com/watch?v=qLbBcm46QQY

segunda-feira, 23 de abril de 2012

NOTÍCIAS DA PIOLHEIRA


Irregularidades nas “contas da Madeira” motivam buscas a edifício do governo

O edifício da antiga secretaria regional do Equipamento Social da Madeira, onde funcionam actualmente outros serviços do governo regional madeirense, está a ser desde esta manhã alvo de buscas por elementos do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP).
Público

O BOM EXEMPLO QUE VEM DO FRIO

Geir Haarde, antigo chefe do Governo da Islândia e primeiro líder político a enfrentar um processo sobre a crise, saberá hoje se é culpado ou inocente num processo cujo ponto fulcral é saber se fez tudo o que estava em seu poder para evitar o descalabro económico que se seguiu ao colapso dos bancos do país, com um declínio de 10% no PIB, o desemprego a aumentar sete vezes, e a coroa em queda livre. Se for considerado culpado, enfrenta até dois anos de prisão.
(...)
Em tribunal, Haarde enfrenta quatro acusações: não ter assegurado o sucesso de um grupo de consulta sobre a estabilidade financeira (uma comissão que tinha feito recomendações para fortalecer a economia em 2006), não ter tomado a iniciativa de reduzir a dimensão do sistema bancário, não ter supervisionado as transferências de conta-poupança de um ramo da subsidiária britânica do banco nacional islandês para uma sucursal, e ter negligenciado a ameaça latente ao sistema financeiro nas reuniões do Governo, segundo o site Iceland Review. 
Público

FRANÇA


NOTICIAR E TOMAR PARTIDO



O "Diário de Notícias", o jornal de 'referência' capturado pela 'intelectualidade' do pontapé-na-bola (Joaquim Oliveira, proprietário, e João Marcelino, director), sobre a primeira volta das presidenciais francesas, escolheu o título que se publica aqui ao lado.
Objectivo, sem dúvida.
Como objectivo seria se tivesse titulado:
«HOLLANDE VENCE E TEM 15 DIAS PARA VOLTAR A DERROTAR SARKOZY».
Enfim, são escolhas. E as do "Diário de Notícias" não surpreendem ninguém.

DIA MUNDIAL DO LIVRO


DE OUTROS





Espinoza – muito obrigado a Portugal por o terem mandado para a Holanda – explicou que a essência da democracia é a liberdade, mas que a essência da liberdade não é teres o que queres; é usares o cérebro para te tornares num ser humano bem pensante. Se não for assim, se não fores crítico perante a sociedade mas também perante ti próprio, nunca serás livre, serás sempre escravo. Daí que o que estamos a viver não tenha nada a ver com democracia.


Bob Riemen


«I»

domingo, 22 de abril de 2012

"O BOM CAMINHO"


Crise

Bancos alimentares estão a perder capacidade de resposta

 A presidente do Banco Alimentar Contra a Fome, Isabel Jonet, alerta que a instituição está a perder capacidade de resposta e, com a crise que o país atravessa, diz temer que a situação se agrave.
“Há mais pedidos, o que penso é que não há mais capacidade de apoio”, explicou Isabel Jonet, citada pela TSF, acrescentando que os bancos alimentares neste momento não conseguem admitir mais instituições ou famílias.

Isabel Jonet adiantou que esta situação se vê “sobretudo através do canal das Instituições de Solidariedade Social, que já não podem ajudar mais nenhuma família, porque não têm recursos humanos, físicos e financeiros”. A presidente do Banco Alimentar acredita na solidariedade dos Portugueses mas teme que se esteja a “atingir o limite daquilo que é possível de apoio”.
Público

DE OUTROS



Francisco Pinto Balsemão: "É preciso acreditar"

O DEVER DE MEMÓRIA

http://downloadsexpresso.aeiou.pt/expressoonline/PDF/200412LivrosProibidos33_74.pdf

A FRANÇA MERECE MAIS

sábado, 21 de abril de 2012

DE OUTROS

«José Sócrates foi muitas vezes acusado de governar em "estado de negação". O que é que isto significa? Trata-se de uma modalidade da mentira política, mas que não pode verdadeiramente ser considerada mentira, porque supõe que quem a profere não consegue ver a sua falsidade ou entrou num processo psicótico de mentir a si próprio.»


António Guerreiro


Atual/ Expresso

NOTÍCIAS DA PIOLHEIRA


Conde Rodrigues vai ter de explicar negócio do Campus da Justiça de Lisboa ao DIAP

Candidato ao Tribunal Constitucional foi o obreiro do negócio de 220 milhões de euros que está sob suspeita
José Conde Rodrigues, ex-secretário de Estado da Justiça, vai ter de explicar judicialmente o negócio por si idealizado e implementado: o Campus da Justiça de Lisboa.
O DIAP de Lisboa, ao que o i apurou, vai chamar o futuro juiz do Tribunal Constitucional a depor no inquérito aberto por suspeitas de corrupção para acto ilícito e participação económica em negócio. No centro da investigação está o contrato de arrendamento assinado a 3 de Junho de 2008 entre o Instituto de Gestão Financeira da Justiça (IGFJ), então tutelado por Conde Rodrigues, e o fundo de investimento imobiliário fechado, o Office Park Expo.
«I»

sexta-feira, 20 de abril de 2012

OS RESIGNADOS

Recebido por correio electrónico

UM CASO PATOLÓGICO



Então e não é que, embora sabedor do percurso político sinuoso e misterioso de François Miterrand, apesar de observador e vítima do socialismo engavetado, do socialismo beato e do recente socialismo da infâmia, dou por mim a fazer macumba (já matei uma galinha preta, uma gata preta e um porco preto - e só não matei um elefante preto porque perdi o avião para o Botswana) pela vitória eleitoral de Hollande?
É certo que aquele Sarkozy, anão de saltos altos e andar de 'pintas' do Cais do Sodré, com discurso e prática filo-fascistas pode justificar, parcialmente, o sacrifício dos inocentes animais, mas suspeito que existe em tudo isto uma componente patológica grave.
(Bom, pelo sim, pelo não, vou consultar um psiquiatra). 

NOTÍCIAS DA PIOLHEIRA


MENOS ESTADO, MELHOR ESTADO

SOL

quinta-feira, 19 de abril de 2012

AS VEDETAS DA TELEVISÃO


RTP pede excepção ao limite no salário dos gestores

A RTP pediu ao Governo um regime de excepção à nova tabela remuneratória definida pelo novo estatuto do gestor público, o qual define que os administradores das empresas públicas - nomeadamente o presidente - não podem auferir uma remuneração acima do vencimento do primeiro-ministro: 6.850 euros mensais.
A estação de televisão pública, liderada por Guilherme Costa, fez um pedido ao Ministério das Finanças para usufruir da excepção à regra definida pelo Governo e que entrará em vigor com o processamento dos salários de Abril. O Diário Económico sabe que o pedido terá sido feito há cerca de uma semana e aguarda ainda uma resposta da tutela. Em 2010 (os últimos dados disponíveis), Guilherme Costa teve uma remuneração bruta anual de 250 mil euros.
Diário Económico

A BOA IMAGEM DO PAÍS


Vítor Gaspar no FMI: portugueses "estão completamente dispostos a sacrificar-se"

Público

A EUROPA DELES


Francia y Alemania piden que vuelvan los controles fronterizos dentro de la UE

Se trata de una "suspensión temporal" y solamente "durante la crisis", pero el hecho es que los dos países centrales de Europa, Alemania y Francia, están proponiendo restablecer los controles fronterizos internos en la UE, lo que dejaría en suspense la Europa que conocemos y nos obligaría a retroceder 17 años en la historia de los avances europeos.
EL MUNDO

ENTÃO, BOM TRABALHO!


Português eleito 'vice' de comissão europeia anticorrupção

O Parlamento Europeu decidiu eleger o eurodeputado independente Rui Tavares para ocupar a vice-presidência da Comissão Especial sobre a Criminalidade Organizada, a Corrupção e o Branqueamento de Capitais.
A estrutura é temporária e terá um ano para analisar o impacto dos crimes nos Estados-membros.
"Os fenómenos combinados do crime organizado, da corrupção e da lavagem de dinheiro têm efeitos que transcendem fronteiras, minam a credibilidade das instituições e drenam recursos para a economia paralela. Para enfrentá-los de uma forma que mereça a confiança por parte dos cidadãos, é evidente que teremos de ter uma ação concertada à escala europeia", afirmou Rui Tavares, após ter sido eleito pelos 45 membros que compõem a comissão especial.
Para o eurodeputado português - que se desvinculou do Bloco de Esquerda em junho de 2011, alegando falta de confiança política na direção do partido -, "esta é a comissão para analisar o lado escondido, criminoso, da crise atual".
EXPRESSO


POLIVALÊNCIA



Gestor acusa Estado e defende-o no Governo
O Secretário de Estado das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Sérgio Silva Monteiro, esteve envolvido no pedido de reequilíbrio financeiro de 1,022 mil milhões de euros efectuado pela Brisa contra o Estado, enquanto gestor da Caixa – Banco de Investimento (CaixaBI), garantiram ao SOL várias fontes envolvidas no processo.
Agora, como defensor dos interesses públicos, a posição do governante «é a de que não temos nada a pagar», assegura ao SOL fonte oficial do Ministério da Economia, com a responsabilidade pelo caso.

SOL

A IRMANDADE





Justiça

Candidatos do PS e do PSD ao Tribunal Constitucional são da maçonaria


Público