sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

OS SEGREDOS DA JUSTIÇA

Supremo confirma multa a juiz Rui Rangel

Decisão do Supremo confirma castigo aplicado pelo Conselho Superior da Magistratura. Rui Rangel vai ter de pagar uma multa correspondente a 15 de salário por ter ciolado o dever de reserva. Isto é,por ter falado de um caso jurídico em concreto. Juiz está também a ser investigado por alegado envolvimento no caso Rota do Atlântico em que é investigada a suspeita de ter recebido dinheiro de José Veiga. Ministério Público já pediu que Rangel, que é juiz no Tribunal da Relação de Lisboa, seja afastado de qualquer decisão sobre a Operação Marquês.

Em junho de 2015, depois de José Sócrates se ter recusado a sair da cadeia de Évora, onde estava em prisão preventiva, e a ir para casa com pusleira eltrónica, Rui Rangel participou num programa especial da TVI sobre Justiça. No programa, e apesar de repetir várias vezes que não estava "a falar do caso em concreto", Rangel fez várias afirmações em que mostrava discordância com a decisão de Carlos Alexandre, mais especificamente com o facto de não ter ouvido José Sócrates presencialmente depois do ex-primeiro-ministro recusar a pusleira. Para o Supremo, com esta declaração, Rangel ficou comprometido com uma decisão futura. No mesmo programa, Rangel disse ainda que as detenções fora de flagrante (como a de Sócrates) só deviam ser feitas em caso de perigo de fuga ou de destruição de provas.

Expresso

Sem comentários: