quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

A EXTRAORDINÁRIA MEMÓRIA DOS VALLECANOS

Na guerra civil espanhola, os vallecanos combateram com valentia, do primeiro ao último momento, os assassinos franquistas que cercaram Madrid. Pagaram caro. O bairro de Vallecas ficou reduzido a escombros.
Mas a memória dos vallecanos ficou intacta até hoje. Como se pode ver: O avançado ucraniano Roman Zozulya deixou esta quarta-feira o clube espanhol Rayo Vallecano, quinze horas depois de ter sido apontado como reforço de Inverno. Esta decisão surge na sequência das queixas dos adeptos do clube da II Divisão espanhola que se manifestaram contra o empréstimo do jogador, do Betis para o Rayo, acusando-o de ser “neonazi” e “fascista”.

Sem comentários: