domingo, 20 de dezembro de 2015

E QUE TAL ESPETAR COM ELES NO TRIBUNAL PENAL INTERNACIONAL?

As falhas dos programas da troika assumidas pelo próprio FMI

20/12/2015 - 07:49
FMI admite que os seus programas assumiram ganhos com as reformas estruturais no curto prazo que não estão baseados naquilo que diz a ciência económica e assume que teria sido melhor fazer logo à partida uma reestruturação das dívidas públicas demasiado elevadas como a portuguesa.
Expectativas demasiado elevadas em relação ao efeito imediato das reformas estruturais, consolidações orçamentais feitas de forma excessivamente rápida, expectativas irrealistas em relação a uma estratégia de curto prazo de desvalorização interna e cedências no princípio de reestruturar logo à cabeça dívidas públicas pouco sustentáveis.
Estas são algumas das falhas assumidas pelo próprio Fundo Monetário Internacional (FMI) nos programas de ajustamento que ajudou a implementar durante os últimos sete anos, e de que Portugal é um dos exemplos mais evidentes.
Público

Sem comentários: