quarta-feira, 5 de julho de 2017

RANCHO MELHORADO

Há um general entre os 12 militares detidos por suspeitas de corrupção

Abuso de poder e falsificação de documentos fazem também parte de esquema fraudulento de sobrefacturação nas messes que estaria activo há vários anos, com cumplicidade de empresários.
A Polícia Judiciária deteve 16 pessoas, entre os quais 12 militares, por suspeitas de crimes corrupção passiva e activa para acto ilícito, abuso de poder e falsificação de documentos. Entre os militares contam-se um general e um coronel. Foram ainda detidos quatro empresários ligados ao ramo da comercialização de géneros alimentícios, informou a Judiciária em comunicado, explicando que se trata da segunda fase da chamada Operação Zeus.
Público

Sem comentários: