terça-feira, 6 de junho de 2017

LUZ NO LABIRINTO

"Pinho, que vinha do BES, foi ministro tutelando a EDP, no governo de Sócrates, que teve uma política activa na energia, com processos assessorados pelo BES e a EDP como empresa central, liderada por Mexia, que vinha do BES, que era accionista da EDP. Se era Pinho quem mandava em Mexia ou Mexia quem comandava Pinho é quase irrelevante, quem mandava em tudo era Sócrates e Salgado."
Pedro Santos Guerreiro
Expresso

Sem comentários: