terça-feira, 27 de junho de 2017

JAVARDO - SINDICALISMO

Líder da UGT testemunha "admiração" dos trabalhadores do BES por Ricardo Salgado

Carlos Silva é testemunha abonatória no processo que corre no Tribunal da Concorrência, em Santarém.
Carlos Silva, que foi funcionário do BES desde 1988 (tendo passado para o Novo Banco, ao qual está requisitado desde 2013), aceitou ser testemunha abonatória de Ricardo Salgado no processo que julga os pedidos de impugnação às contraordenações aplicadas pelo Banco de Portugal ao ex-presidente do BES (quatro milhões de euros) e ao ex-administrador Amílcar Morais Pires (600.000 euros) por, apesar de conhecerem a situação líquida negativa da Espírito Santo Internacional, terem permitido que fossem comercializados títulos de dívida desta instituição junto de clientes do banco.
O dirigente da central sindical declarou fazer o seu testemunho "em consciência", relatando a sua experiência enquanto dirigente sindical, dentro e fora do banco, no relacionamento com Ricardo Salgado, pessoa que disse ter mantido sempre uma "posição honesta, correcta", revelando "grande sensibilidade" para com os problemas dos trabalhadores.
Público

Sem comentários: