quarta-feira, 14 de junho de 2017

AS NEGOCIATAS DA RATAZANA DE ESGOTO

Os procuradores-gerais de Washington DC e de Maryland vão hoje processar o Presidente dos Estados Unidos, alegando que violou cláusulas anticorrupção da Constituição ao aceitar milhões de dólares de governos estrangeiros pagos às suas empresas, avança o Washington Post.

Os dois procuradores-gerais, ambos democratas, baseiam o seu processo nos "milhões em pagamentos e benefícios de governos estrangeiros" recebidos por Trump desde que se mudou para a Casa Branca, e tendo em conta que optou por "manter a propriedade na sua empresa" após assumir o cargo.

Trump transferiu o controlo do seu conglomerado empresarial para os seus filhos Donald Jr. e Eric, de modo a evitar possíveis conflitos de interesse durante o tempo que ocupar a presidência.
DN

Sem comentários: