quinta-feira, 15 de junho de 2017

A PALAVRA BURRA DE DOIS REACCIONÁRIOS ESPERTOS

 Dói vermos Portugal, que até não tem as convulsões políticas inesperadas de outros (caso da Inglaterra), agarrado à palavra geringonça. É um engraçadismo que devia ter a duração das anedotas, não mais. Mais é vergonhoso, revela a estupidez de quem não percebeu o trivial: a política são relações de força que, nas democracias, só têm de se submeter à lei. Pois nós continuamos, vai para dois anos, agarrados à palavra burra. 
Ferreira Fernandes
DN

Sem comentários: