segunda-feira, 15 de maio de 2017

O POÇO ESCURO DA MEMÓRIA

Documentário de Susana Sousa Dias, Luz Obscura, distinguido em Madrid

Filme mais recente da autora de 48 regressa à memória do Estado Novo. Teve estreia portuguesa no IndieLisboa
Luz Obscuranovo documentário de Susana Sousa Dias, feito a partir dos arquivos da PIDE, foi distinguido com a Menção Especial do Júri da Competição Internacional de Longas-Metragens da DocumentaMadrid, festival de cinema documental da capital espanhola.
No filme de Susana Sousa Dias, o júri destacou "o uso de uma proposta estética e narrativa própria com um desenho sonoro muito cuidado", promovendo "uma reflexão que transcende e convida a atingir o 'poço escuro' da memória", de acordo com a decisão anunciada na noite de sábado, em Madrid.
Público

Sem comentários: