sábado, 11 de março de 2017

É FARTAR, VILANAGEM!

Contribuintes podem vir a suportar nova factura de 8,3 milhões com banco de Miguel Relvas

 2015, logo no dia a seguir às eleições legislativas, o Estado vendeu o Banco Efisa, do universo BPN, à Pivot SGPS, aceitando a exigência de ficar com possíveis futuros encargos de dois processos judiciais então em curso. Eram mais 80 milhões de euros que podiam sair do bolso dos contribuintes, a juntar aos cerca de 50 milhões de prejuízo que já tinham tido com a sua venda.

Visão

Sem comentários: