segunda-feira, 26 de setembro de 2016

A MACACADA COMO "PERFORMANCE" E A MACACADA COMO TRAGÉDIA


Quando li, lá pelos idos de 1977, o livro "Homo Sapiens", de Alberto Pimenta, que relata a experiência do autor exposto numa jaula de chimpanzé, no jardim zoológico de Lisboa, estava longe, muito longe, de pensar que, quarenta anos depois, iria assistir a um debate televisivo entre uma mulher e um orangotango que, dizem, poderá ser decisivo para o desfecho das eleições americanas.
Ele há cada macacada...

Sem comentários: