sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

DE OUTROS

Abateu-se sobre o governo do PS e o seu esboço de Orçamento uma pressão internacional gigantesca que compreende fugas e intrigas vindas de Bruxelas, chantagem das agências de rating e artigos alarmistas de órgãos de imprensa dos países mais ricos. No plano nacional, o PSD e o CDS, com os setores mais reacionários do grande capital, jogam como é seu hábito com esta pressão internacional para obterem os seus mesquinhamente ganhos partidários.
(...)
Os muitos candidatos que se apresentaram à esquerda só serviram para confundir o eleitorado de esquerda e desmotivar a necessidade de mobilização, que era o único caminho para bater Marcelo Rebelo de Sousa. Na minha opinião, toda a esquerda, sem exceção, é responsável pela derrota geral da esquerda.

Carlos Brito
DN

Sem comentários: