quarta-feira, 21 de outubro de 2009

VALHA-NOS DEUS


Um, António Lobo Antunes, julga-se o eleito por Ele: «Creio firmemente que, nos livros que escrevo, é Ele que guia a minha mão e não passo de um instrumento da Sua vontade» (Visão).
Outro, José Saramago, quer matá-Lo: «Apenas digo que o mal maior não é o homem ter criado deus, é ter-se escravizado a ele depois de o criar» (JL).
Quer-me parecer que estes dois íntimos de Deus deviam pedir ao Senhor uma dose suplementar de paciência para a Humanidade ,de modo a que esta possa continuar a aturá-los por muitos e bons anos.
Pela minha parte, quero apenas que o Caim monte um desses cavalos que fazem sombra no mar e me desampare a loja.

1 comentário:

Anónimo disse...

Quem e’ o Antonio Lobo Antunes?
E o Jose’ Saramago?
E o Caim?
E deus, o que e’ isso?

Mariana